Ensinando seu filho a TER ou a SER?

Atualizado: 12 de Out de 2018

Nossos filhos são bombardeados de informações e estímulos, principalmente nos intervalos dos desenhos infantis em qualquer canal, e fica muito difícil eles não desejarem ter só mais um brinquedo não é mesmo?


artigo matercoach - setembro 2018

Claro que é uma delícia dar presente só para ver aquele sorriso, ah... vale qualquer coisa!

Mas o que estou questionando aqui, são os exageros... cada ação nossa é como se fosse uma nova peça de lego que oferecemos para aos poucos, irem construindo a personalidade.

Eles podem construir algo colorido ou de uma única cor... Então cuidado com quais peças você está escolhendo dar para seu filho!

Até os 6 anos de idade aproximadamente, seu filho está formando a personalidade dele, ou seja, a essência que ele carregará ao longo da vida...

E claro que ele poderá mudar de identidade no futuro, rever seus valores, mas tudo ficará mais fácil para ele se esta base for bem formada!

Quando pequenos, eles estão descobrindo o mundo e escolhendo a forma como vão se relacionar com ele, se vão confiar em si mesmo e se podem confiar no outro por exemplo, coisas sérias como esta que eles aprendem brincando, durante o contato com outros amiguinhos e no convívio com sua família claro...

Minha sugestão, é que os presentes sejam dados em momentos especiais, ou quando ele conquistou algo significativo... com o exagero de presentes, você pode estar permitindo ou ensinando seu filho que: para ser amado ou para amar o outro é preciso TER e não simplesmente SER.

Cada vez mais, o grande presente é “estar presente”!

O seu tempo com prazer e atenção genuína, perceber o que ele conquistou e reconhecer este desenvolvimento, seja um pulo mais alto, comer sozinho, algumas palavrinhas novas... afinal ele se esforçou muito para aprender aquilo!

Este será o melhor presente! Passarem momentos juntos com um brinquedo simples como uma bola! Se movimentarem, brincarem ao ar livre... muitas vezes o presente também será colocar um limite, afinal colocamos limite porque amamos não é mesmo?

Aprendi que os melhores presentes para o desenvolvimento dos nossos pequenos, é estar presente, olhar nos olhos deles e sorrir!


Ao fazer isso, estará contribuindo para ele perceber e valorizar a pessoa que está se tornando!

Artigo da matercoach escrito pela Psicóloga Vanessa Apontes Zani CRP: 88462

17 visualizações